Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas rosas.

Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas  rosas.
Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas de rosas.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Minha dor... Rosa Gandine Hipólito




Minha dor...

Hoje faz mais um ano, que você se foi...
Mas um ano se passou e no peito a mesma dor.
Retornei novamente ao nosso lugar!
A praia que era minha, que era sua e que era nossa.
A praia da alegria, de nossos sonhos e fantasias.
Eu amava a LUA e você amava o MAR!
Nosso sonho, trocar as alianças
Em alto mar, em uma noite de luar.
Mas o seu amor, pelo mar era tão grande
Que ele te levou, para nunca mais voltar.
Hoje a nossa praia é triste...
A beleza da lua, para mim já não mais existe.
Escrevo na areia, a minha poesia...
De amor e saudades e dedico a você!
Vem as ondas e tudo apaga...
Levando pra ti, o que havia escrito.
A estória de um amor, que foi tão bonito.
E que tudo se perdeu ao léu...
Só não leva o som do eco, deste meu grito.

Rosa Gandine Hipólito

5 comentários:

Lustato Tenterrara disse...

Posso te dizer que teu poema molhou minha face?
Posso dizer que teu poema,
que a tua dor,
virou minha dor?

Parabéns.
Beijo.
teu amigo
Lustato Tenterrara

Rosa Gandine Hipólito disse...

Querido Lustato!

Assim você me emociona!
E minha dor suaviza e se
transforma na mais pura
alegria.
Amei este comentário e
demonstração de carinho.
Te amo! Meu amigo.
Te beijo! Sempre... sempre.
Com carinho: Rosa Gandine

Blog do Zaca disse...

realmente lindo e emocionante!

Rosa Gandine Hipólito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosa Gandine Hipólito disse...

Querido Zaca!

Obrigada! Por ter vindo.
Amei recebe-lo aqui também.
Volte sempre...
Ficarei imensamente feliz.
Querido beijo!
Rosa Gandine