Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas rosas.

Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas  rosas.
Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas de rosas.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Barquinho do Poeta! Rosa Gandine Hipólito




O BARQUINHO DO POETA!

O barquinho que tú me deste!
Chegou cheio de encanto, 
trazendo seus versos.
Despertou em mim o mais sublime 
dos sentimentos! O AMOR...
No rio dos meus sonhos, vejo a
tua imagem a me falar:
Do amor entre o SOL e a LUA.
O brilho das ESTRELAS! A magia no ar.
A beleza das FLORES!
O encanto que a NATUREZA nos 
proporciona a cada amanhecer.
Assim é o mundo do poeta! Suspenso no ar.
Não tenho asas! Jamais poderei alcançar.
Eu seguirei com minhas dores...
Neste barquinho! Sempre a remar.
A espera do encontro do RIO com o MAR.


(Rosa Gandine Hipólito)

2 comentários:

Lustato Tenterrara disse...

Oi, Princesa.
Gostei muito do template.
Claro que gostei.
Também causa-me alegria ver você levantando asas, e voando em sua poesia.
Um beijo grande, Princesa!

Teu poetEscravo
Lustato.

Rosa Gandine Hipólito disse...

Meu poetEscravo!

Que coisa mais meiga de se ouvir.
Meu querido mestre, meu querido Lustato Tenterrara.
Que felicidade em vê-lo aqui meu
grande amigo.
Que bom que você gostou do template.
Sim, um novo visual achei que combina com i titulo do blog.
Na verdade não são poesias e sim alguns rabiscos.
Graças ao grande incentivo que sempre recebi de ti.
Começando com este espaço que você me deu de presente e muitos outros...
Sem palavras para agradece-lo por tudo.
Para você meu anjo, sempre a minha gratidão e o meu mais terno carinho.
Grande e querido beijo!
Com o carinho de sempre!
Rosa Gandine

Ps: Adorei o poetEscravo.
Mas você sabe!
Você é o meu muso. Rsss!!!