Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas rosas.

Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas  rosas.
Se a natureza pudesse falar, as palavras seriam pétalas de rosas.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Abner Poeta - Delícias de amor





Delícias de amor

Toca meus ouvidos
Com sua boca
A sussurrar ternas palavras
De dulcíssima ternura
E terei a ventura
De ouvir maravilhado
A voz de um anjo.

Lança sobre meu corpo
O seu meigo olhar,
E nem mesmo a escuridão
Da noite mais profunda
Terá força suficiente
Para apagar a luz divina
Que nascerá em meu peito.

Acaricia minha face
E cola suavemente
Os seus lábios
Nos lábios meus,
Pois até mesmo
O seu beijo mais suave
É uma semente de amor
Que o tempo fecunda
Em desejos infindos
A crescerem, florescerem
E frutificarem delícias
Na alma dos amantes.

2 comentários:

Soninha disse...

que delícia de poesia...

Rosa Gandine Hipólito disse...

Querida Soninha,

Abner Poeta,
Nos encanta deliciosamente
com suas poesias.
Obrigada! Por ter vindo.
Querido beijo!
Rosa Gandine